Segundo a Secretária do Tesouro Nacional (STN), sem a validação cadastral, gestores do Legislativo e Judiciário ficam impedidos de atuar no Siconfi. Concluído o processo de validação, os Chefes de Legislativo e Judiciário podem executar o primeiro acesso e chancelar os cadastros de gestores vinculados às suas respectivas administrações.